Euphoria: sensações por trás da cor

O seriado da HBO aplica às técnicas de filmagem a  simbologia da luz e da cor para atrair o público.

   Por Danielle Tanimoto, aluna do 6º período de Design no UniBH 

Uma obra audiovisual tem diversos aspectos estéticos como direção de arte e fotografia, que cumprem toda concepção visual da obra através de luz, cor, efeitos especiais, cenários e figurinos que são desenvolvidos para compor a narrativa.

Já se perguntaram o quanto o jogo de iluminação e de cores afetam nossa percepção? Na série Euphoria, tal combinação  é proposta além dos  roteiros.

Desde o seu lançamento, a série da HBO, Euphoria, dirigida por Sam Levinson, se destaca com uma forte identidade visual.Além do roteiro e da trilha sonora,  que levaram a seis indicações do Emmy 2020. A série também rendeu a estatueta de melhor atriz em Drama para “a atriz principal”,  Zendaya. 

A trama aborda temas como sexualidade, drogas,depressão,sexo, alcool,traumas e vicios e a pressão sofrida na adolescência.

Me pergunto porque Euphoria fez tanto sucesso, já que aborda um tema recorrente em diversos dramas. Foi pela direção ou pelo bom elenco? Como a iluminação e a cor influenciam nisso? 

União Poderosa 

De acordo com a psicologia  das cores, a cor  tem a capacidade de transmitir sensações ao cérebro que podem ir do calor ao frio, do medo à alegria. 

Existem diversas variações  de absorção  de luz  conforme cada cor, e isso pode levar a várias interceptações do ambiente.

Veja alguns recursos que ultrapassam a área visual para a sensorial:

Em cenas diurnas em ambientes abertos, a direção utiliza a luz natural para  realçar o clima ensolarado da Califórnia, cidade onde é filmada a série.

Foto: Divulgação/HBO.

A combinação das luzes laranja e azul é muito presente nas cenas em ambientes noturnos ou fechados. Por serem cores complementares que estão em lados opostos do círculo cromático, as cenas passam a sensação de equilíbrio e dão destaque a pele humana, enfatizando o personagem e dando tensão à cena. O interessante é colocar tanto a iluminação das cores como peças com tons azulados  ou alaranjados para passar a mensagem .

Uso de cores complementares: o azul da camisa junto ao fundo alaranjado. Imagem: Divulgação/HBO.

Iluminação através das cores magenta, roxo e azul estão presentes nas cenas de maior cunho sexual que imprime uma diversidade sexual ao personagem. Essa técnica é usada há  décadas em filmes e seriados, como “Driver”, “Atômica” e “Closer”, nomeada de “Bisexual Lighting”( iluminação bissexual).

Filme Atômica( 2017) foi um usuário proeminente de iluminação bissexual. Imagem: Divulgação/Universal Pictures.

A trindade também remete ao neo noir dos anos 80, usadas em boates da época. Além aspecto nostálgico, por serem consideradas cores análogas (cores que possuem semelhança de tonalidade), elas transmitem a sensação de harmonia, que é agradável ao público que assiste.

As cores remetem aos neo noir dos anos 80. Imagem: Divulgação/HBO.

Na série,  a cor de iluminação mais predominante é o roxo/púrpura, que simboliza o digno e a  realeza, imprimindo um tom místico por ser uma cor que dificilmente é encontrada na natureza ,e que está presente nas cenas de festa e quando a personagem Rue está sob efeito de entorpecente, demonstrando os momentos de euforia.

Aplicação de roxo apresenta a atmosfera mística das personagens sob o efeito de drogas na cena. Imagem: Divulgação/HBO.

A resposta  para o sucesso da  trama  por detalhes estéticos narram a tão caótica adolescência em toda a sua essência. Isso pode ser visto nas cores e na iluminação vibrantes, trilha sonora icônica e nas maquiagens. Tais aspectos possibilitam a imersão do espectador ao drama  e expressam credibilidade à história.



0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments